MOMENTO ZEN

Com a intenção de tornar mais conhecida a nova sala do Espaço Viveka dedicada à saúde e ao bem estar, Letícia Longo e Lucia Kawakami oferecerão, respectivamente, sessões de trinta minutos de massagem integradora e de terapia fitoenergética, por um valor simbólico de apenas R$10,00 cada.

 

Segundo Letícia, esta massagem é um convite à quietude e ao conhecimento de si através do corpo, unindo diversas técnicas corporais. Relaxante, diminui as dores musculares e tranquiliza a mente. É indicada também àqueles que se submetem à psicoterapia, pois ajuda no contato mais profundo com as emoções.

 

Lúcia Kawakami explica que a Terapia Fitoenergética é um sistema natural de “cura”, harmonia e elevação de consciência que se utiliza da vibração energética dos vegetais (fitoenergia) para promover o equilíbrio dos nossos pensamentos, das nossas emoções, melhorando realmente os sintomas físicos e promovendo a saúde.

Dentro desse tratamento, abre-se o Tarot Fitoenergético para avaliação das situações que estão em alteração, ao mesmo tempo há a orientação dos vegetais para o melhor caminho a seguir.

Os vegetais têm uma missão importante em nosso planeta, isto é, nos auxiliar no equilíbrio emocional e através dessa harmonia, sermos cada vez mais saudáveis e felizes.

 

Letícia Longo é massoterapeuta formada pelo SENAC, atualmente especializando-se em massagem biodinâmica.

Lucia Kawakami é terapeuta fitoenergética, fisioterapeuta especialista em acupuntura e terapeuta de integração Craniossacral®

Momento Zen

Sessão Pipoka: “Vida de Casado” – Informações

 

No sábado (12/04) teremos os comentários ao filme “Vida de Casado” com a Psicóloga Suely Garcia.

digital folder

 

 

19892971.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

 

Sinopse:     “Nos Estados Unidos pós-2ª Guerra Mundial, Harry Allen (Chris Cooper) está casado há vários anos com Pat (Patricia Clarkson). Quando Kay (Rachel McAdams), cujo marido desapareceu durante a guerra, surge em sua vida, Harry logo se apaixona. Sem coragem de assumir a separação, Harry busca uma forma de acabar com o casamento sem que isto machuque Pat. Enquanto isso seu amigo Richard Langley (Pierce Brosnan), um conhecido mulherengo, se pergunta o que a jovem e bela Kay viu no velho Harry. Disposto a conquistá-la, o agora rival Richard passa a visitá-la frequentemente, sem que Harry saiba.”

(fonte Adoro Cinema)

 

 

Suely Garcia é Psicóloga Clínica com abordagem PsicanalíticaMestre em Psicologia da SaúdeProfessora Universitária nos cursos de Psicologia, Pedagogia, Enfermagem e outros. Trabalhou como Psicóloga Domiciliar Colaboradora no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e fez parte do NUFOR – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psiquiatria Forense e Psicologia Jurídica do HC da FMUSP.

Tem trabalhos publicados sobre casamento, família, pacientes psiquiátricos, criminalidade e suicídio.

Eventos de fevereiro/2014

Tivemos alguns eventos que ocorreram aqui no Espaço Viveka na semana passada. Fique de olho no que ocorreu e em nossa Agenda!
IMG_2048

 

 

 

Primeiramente, no dia 08 de fevereiro, tivemos a presença da Musicoterapeuta Helena Peters, que nos apresentou uma vivência musicoterapêutica.

 

 

 

 

 

 

No mesmo dia desta vivência, tivemos a exposição do nosso Espaço “Passagem” onde está a obra “Perde contato, ganha passagem” do artista André Coletto. Trata-se de desenhos de observação em que o artista faz registros das pessoas que estão de passagem no transporte público.

 

 

 

 

 

IMG_2252

 

 

 

No dia 12 de fevereiro (Quarta), tivemos a série “O Despertar dos Sentidos” onde a Profª Zilpa Magalhães nos ajudou a perceber as simbologias e poéticas de duas obras que representam o Mito de Daví e Golias

 

 

 

 

IMG_2245

 

 

 

 

As obras analisadas foram ”O Triunfo de David” do artista Nicolas Poussin  e  David com a Cabeça de Golias” do artista Caravaggio 

 

 

 

 

IMG_2291

 

 

 

Além de todos esses eventos, neste último sábado 15/02 tivemos a presença do Profº Edson Tani, que nos contou um pouco sobre a Proporção Áurea na Fotografia.

 

 

 

 

 

 

 

Sem título-1

Não pensem que acabou não! Neste sábado teremos uma deliciosa Sessão Pipoka com Julieta dos Espíritos, e os comentários ficarão por conta da Profª Aceli de Assis que é Psicóloga, Mestre em Psicologia da Educação, Doutora em Psicologia pelo IP-USP, Professora Universitária, Psicoterapeuta Junguiana com estudos em Linguagens Simbólicas. Pesquisadora de temas relativos a Gênero e Família.

 

 

Mulheres e suas exigências com a beleza

Por Suely Garcia

Tema de grande interesse nos dias atuais, a exigência das mulheres com a própria aparência tem tomado proporções alarmantes e patogênicas. O ideal de beleza feminina, para a mulher contemporânea, é ser magérrima, com músculos definidos e aparência a mais jovial possível. Com isso, o número de doenças relacionadas ao alcance da boa forma tem aumentado significativamente.

Para atender ao ideal de beleza vigente, as mulheres gastam boa parte de seus recursos econômicos com cosméticos, vestimentas, cirurgias plásticas e salões de beleza.

Obsessões convenientes à indústria de moda, de cosméticos, aos cirurgiões plásticos e aos profissionais do fitness; na necessidade extremada de se virem bonitas, nossas mulheres empenham uma batalha vencida. A beleza estética atende a modismos e ao consumo.

Por que a mulher pós-moderna virou escrava dessa demanda doentia e nonsense?

 Suely Garcia é Psicóloga Clínica com abordagem Psicanalítica. Mestre em Psicologia da Saúde, Professora Universitária nos cursos de Psicologia, Pedagogia, Enfermagem e outros. Trabalhou como Psicóloga Domiciliar Colaboradora no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e fez parte do NUFOR – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psiquiatria Forense e Psicologia Jurídica do HC da FMUSP.
Tem trabalhos publicados sobre casamento, família, pacientes psiquiátricos, criminalidade e suicídio.

Projeto “MAIS FELIZ” no Espaço Viveka

Projeto Mais Feliz

 

O Projeto “Mais Feliz” é um programa desenvolvido para Adolescentes e Adultos, de ambos os sexos, com necessidades especiais leves e Síndrome de Down.

O Projeto aborda os seguintes tópicos:

- Moda
- Etiqueta
- Postura
- Imagem
- Personal Shopping

O Programa pretende que seus frequentadores  se observem e desenvolvam atitudes que os façam sentirem-se bem e adequados em ambientes sociais,  incentivando-os a compreensão de seu espaço, melhor trato com sua imagem e consequente socialização, favorecendo assim a elevação de sua autoestima.

Foca, por exemplo,  a escolha de  suas vestimentas e a criação de diferentes maneiras de uso, mais adequadas a sua pessoa. Promove também o desenvolvimento de posturas e comportamentos que favoreçam suas relações interpessoais. E ainda, atitudes e expressões mais eficientes em ambientes sociais diversos, incluindo os ambientes onde poderão desenvolver atividade profissional.

O Projeto pretende, assim, despertar nos frequentadores, entusiasmo  para viver a vida Mais Feliz.

Treinamento ministrado pela consultora de moda e Estilo: Lú Santoro

Contatos: E-mail: projetomaisfeliz@yahoo.com.br

Portfólio Online: http://www.kawek.com.br/projetomaisfeliz-87838

ou Facebook: Projeto “Mais Feliz”

A Dança em Movimentos Circulares e Integradores

Convidamos vocês para um encontro que pretende unir experiências, valores e sonhos, para movimentar mente e corpo em busca do nosso “centro” e formar um círculo: símbolo da igualdade perante o outro, onde não existe começo ou fim, nem maior ou menor.

Como participantes de uma Dança, que requer apenas a integração dos movimentos, dispensaremos o uso de esforços físicos. Nessa ação conjunta, nossas mãos tecerão vidas e nossos pés outras histórias.

 

clip_image002 (3)

SÉRIE ENCONTROS POSSÍVEIS

A proposta da Série Encontros Possíveis é de oferecer um espaço de Diálogos para grupos de pessoas, concebendo projetos específicos às necessidades e demandas de diferentes públicos.

Inaugurando a Série, o grupo Ser adolescente: movimento, arte e criatividade têm como objetivo, criar situações que permitam a partir de um tema comum aos adolescentes, a reflexão sobre potencialidades, criatividade e diferentes saberes.

 

Programação

Dia 13/09 – Ritmo e Fantasia

Composição e improviso musical: estimulando a percepção e os sentidos

Com, Helena Peters – Bacharel em Musicoterapia pela FPA, Licenciatura em Educação Musical pela UFSCAR, Especialista em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos pela UNIFESP, Participou do Coral da Fundação das Artes de São Caetano do Sul; Coral Amígdalas Cantantes com Tato Fischer e do Coral de Formação na FMU, Facilitadora de Roda de Tambores pela RITMO EXPANSÃO (BA) – coordenado por Jú Linares e Mary Tolena e pelo EMIND BRASIL (SP) – coordenado por Paulo Suzuki.

27/09 – Corpo e Som – Consciência corporal e auto-imagem: integrando corpo, música e respiração

Com, Claudia Gonçalez – Psicóloga com Pós-graduação em Psicologia Clínica. Dedicada ao trabalho de atendimento e avaliação psicológica, desenvolve programas em orientação vocacional, como também atividades de grupos com palestras, seguindo metodologias da terapia corporal em Análise Bioenergética.

04/10 – Corpo e Movimento – Teatro do improviso: pensamento, emoção e comportamento

Com, Sonia Benetti – Bacharel e Licenciada em teatro pela Anhembi Morumbi, Practitioner pela Sociedade Brasileira de PNL e no método Mastermind. Formada em preparação e desenvolvimento de atores pelo Studio Beto Silveira e em Preparação para cinema com Fátima Toledo.

18/10 – Movimento e Criação – Criando nosso objeto de luz através da cerâmica

Com, Léia Magalhães Freire – Arte-Educadora, Ceramista e Professora da escola Ziarte Viveka desde 1996. Educadora Cultural da Fábrica de Cultura do Estado de São Paulo.Trabalhou como pesquisadora e monitora do Programa de Formação de Arte Educadores em Museologia, História da Arte e Estética no MAC (Museu de Arte Contemporânea da USP).

01/11 – Sensações e Sons -Roda de tambores: reconhecendo nossas emoções

Com, Helena Peters - Bacharel em Musicoterapia pela FPA, Licenciatura em Educação Musical pela UFSCAR, Especialista em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos pela UNIFESP, Participou do Coral da Fundação das Artes de São Caetano do Sul; Coral Amígdalas Cantantes com Tato Fischer e do Coral de Formação na FMU, Facilitadora de Roda de Tambores pela RITMO EXPANSÃO (BA) – coordenado por Jú Linares e Mary Tolena e pelo EMIND BRASIL (SP) – coordenado por Paulo Suzuki.

08/11 Criar e Sentir – A arte da transformação: o origami no resgate das nossas potencialidades

Com, Maria Saki Magori Shinohara – Psicóloga com Especialização em Arte Terapia, Estudos de Gerontologia, Cuidados Paliativos e Atenção a Cuidadores de Idosos. Realiza trabalho grupal e individual no atendimento a idosos na Santa Casa de Misericórdia de Guarulhos.

22/11 – Construção de Narrativas – Contando e ouvindo histórias: resgatando a poética da vida

Com, Mônica Roberta – Formada em Letras pela Faculdade UNIESP – IESA, é atriz e coordenadora do Instituto Narradores de Passagem. Ministrou oficinas de iniciação ao teatro nas Escolas Municipais de Santo André no projeto “Cultura e Cidadania” e no projeto “Parceiros do Futuro” do Governo do Estado, além de cursos de teatro infantil e 3ª idade no Espaço Mamberti de Cultura SP. Foi integrante das “Amídalas Cantantes” – coral dirigido por Tato Fischer com o espetáculo Retratos do Brasil. Participou da pesquisa audiovisual “O Contador de Estória” com Tata Amaral. Trabalhou, na Europa e no Brasil, com entretenimento (narração de histórias, espetáculos teatrais e aulas de teatro e dança) nos navios da Costa Cruzeiros. Esteve presente na XX Bienal do Livro de SP como narradora de histórias e no Encontro Internacional de Contadores de Histórias – Boca do Céu 2010. Atua como narradora de histórias no Sesc Belenzinho e Pompéia desde 2008.

 

Mediação e coordenação:

 

Daniela Caramori Morgan

Psicóloga Clínica, com consultório no Espaço Viveka, Especialista em Teorias e Técnicas para Cuidados integrativos pela UNIFESP. Coordenadora da equipe de psicologia no ambulatório de investigação em doenças Neuromusculares (UNIFESP), Vice-Presidente da Associação Verde Vida Saúde, Palestrante nas áreas de Educação, Humanização e Qualidade de Vida.

 

 

Férias escolares: um momento para refletir sobre o diálogo entre pais e filhos

O período das férias escolares é muito importante para as crianças. Além de significar  mais uma etapa cumprida, desperta sentimentos de alívio e liberdade para poder brincar, passear e ficar mais tempo com os pais.

Muitos pais  sentem culpa por não conseguirem atender todas as necessidades dos filhos,  já que  estão trabalhando e não necessariamente de férias.

Será que de fato essa preocupação tem fundamento? Que tal considerar as férias escolares como um momento de pausa, reflexão sobre as questões que envolvem  as relações familiares?

Atualmente a maioria das mães exerce várias funções, muitas vezes, em  jornadas que requerem conciliação de vários papéis: trabalho, casa, filhos, escola, entre outros. Muitas vezes essas múltiplas funções desencadeiam  sentimentos de impotência e culpa, desviando a concentração criativa para obter  soluções aos vários problemas que surgem na rotina diária.

Os pais também exercem um papel fundamental nesse processo. Comprometidos  igualmente com os provimentos da casa, têm se desdobrado  em arranjos para suprir faltas  materiais,  temporais, de deslocamentos etc.    Juntos mães e pais,  são convocados a  participarem ativamente da vida escolar dos filhos, bem como das dificuldades físicas, psíquicas, sociais da família, parentes e comunidade.

Refletir sobre todo o processo que envolve essa gama de funções pode ser boa alternativa.

Compartilhar os sentimentos vivenciados,  o papel de cada um na rotina familiar, ajuda a diminuir a responsabilidade e a angústia de todos.

A culpa e os conflitos que surgem no dia-a-dia,  são superáveis através de diálogos contínuos: conversar sobre o que cada um tem sentido e vivenciado transforma  relações.

Pensar o coletivo  revitaliza a rotina; conquista-se  o cuidado e a qualidade das relações que constroem os vínculos familiares, dispondo prazer e criatividade  para a maioria das vivencias domésticas : um novo modo para estar com os filhos.

Gosto muito do jeito que  Leonardo Boff  sugere o cuidado:

  “Aja de tal maneira que sua ação não seja destrutiva. Aja de tal maneira que sua ação seja benevolente. Ajude a vida a se conservar, a se expandir, a irradiar”.  [...] tudo que existe e vive, precisa ser cuidado para continuar a existir e viver: uma planta, um animal, uma criança, um idoso, o planeta Terra. [...] a essência do ser humano reside no cuidado. O cuidado é mais fundamental do que a razão e a vontade.¹

Por  fim solidariedade é o elo  que amarra as relações entre os membros de uma família e da comunidade  em torno,  conferindo valores capazes de estabelecer o cuidado.

Mais importante  que nos preocuparmos em estar com os filhos durante as férias, é voltarmos os olhos para como estamos cuidando uns dos outros. Dispor formas de refletir sobre essas questões pode ser o começo para transformar o jeito de pensar e conceber o cuidado na família.

 1. BOFF. L., Saber Cuidar: ética do humano – compaixão pela terra, São Paulo, Editora Vozes, 1999.

Gostou da matéria?

Entre em contato através do site www.espacoviveka.com.br  e conheça melhor os trabalhos que desenvolvo com crianças, adolescentes e orientação familiar

 Daniela Caramori Morgan,  é PsicólogaPós-graduanda em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos (terapias complementares) pela UNIFESP. Coordenadora da equipe de Psicologia no Ambulatório de Cuidados Integrativos no setor de Investigação em Doenças Neuromusculares do Hospital São Paulo (Departamento de Neurologia e Neurocirurgia-Unifesp). Vice- presidente da Associação Verde Vida SaúdePalestrante nas áreas de Educação, Humanização e Qualidade de Vida.

Apresentação Espaço Viveka

Gostaria de apresentar a vocês o Espaço Viveka.
Apoiados no termo Viveka, que em sânscrito significa Discernimento, desenvolvemos atividades a partir de nossas possibilidades Criativas, pretendendo ampliar visões de mundo, transitar entre o pessoal e o cultural, buscar significações mais profundas para a vida, atingindo Auto-Conhecimento.
Entendemos que nossas vidas estão sempre convocadas, através de nossos problemas, a procura de soluções criativas e que saúde e qualidade de vida se baseiam no desenvolvimento desses aspectos.
Por essas razões promovemos cursos, palestras, exposições, encontros profissionais e temáticos, nas áreas Arte, Educação e Terapias, com os quais pretendemos provocar experiências criativas e investigar novas alternativas no enfrentamento de nossos problemas e realidade de vida.
Convido então a todos a visitarem nossas publicações e se for de interesse, participarem das atividades que promovemos, acreditando que coletivamente podemos elevar as perspectivas criativas e com elas favorecer as soluções dos inúmeros problemas que enfrentamos em nosso cotidiano.
Abraços a todos
Aceli de Assis Magalhães