Espaço Viveka comemora o Dia das Crianças com várias atividades no Parque CERET.

FB_IMG_1476029241426

Um pouquinho antes das 10h da manhã do último sábado (8/10) o sol já brilhava intensamente no verde do Parque CERET. Em meio à Praça Principal, pais e outros curiosos assistiam dezenas de crianças brincando de pular corda, amarelinha, lencinho atrás, batata quente, queimada, passa anel, passa argola, escravos de Jó entre outras. A atividade, que antecipou as comemorações do Dia das Crianças, foi promovida pelo Espaço Viveka em parceria com vários profissionais de linguagens artísticas diferentes, que realizaram inúmeras atividades recreativas para um dia inteiro.

Com programação gratuita, o evento foi coordenado pelas arte-educadoras Léia M Freire e Zilpa Magalhães, além de contar com a participação especial da própria equipe de educadoras do Espaço Viveka (www.espacoviveka.com.br): Adriana Magalhães Freire, Carolina Ferreira Kokkinos, Cynthia Mazzoni Magalhães e Renata Magalhães Caparroz Ribeiro. Foram estas as responsáveis pela extraordinária diversão das crianças com as clássicas brincadeiras infantis mencionadas acima, revelando infatigável carinho e dedicação à meninada. Cynthia conta que ficou admirada com o envolvimento da garotada, cada um aceitando e respeitando o tempo do outro, os pequenos e os grandes brincando juntos, “foi bom demais”!, disse ela. Até o finalzinho das atividades, por volta das cinco horas da tarde, muitas das crianças ainda pegavam um bambolê aqui, uma bola ali, mostrando total desinteresse em ir embora.

Outra equipe que deu o que falar foi o Grupo Muriquinhos (muriquinhos@gmail.com ), que contou com a coordenação da arte-educadora Priscila Fumiko de Carvalho Okino. Ela organizou o local de forma que as crianças tivessem várias possibilidades de escolha, inclusive uma miniexposição interativa de brinquedos ecologicamente pensados como: bonecos, jogos, carrinhos, cata-ventos e passatempos sonoros. Nesse ambiente, os participantes podiam brincar a vontade, enquanto os Muriquinhos explicavam o funcionamento de cada brinquedo. Além disso, os pequenos também tiveram a oportunidade de aprender a construir: pião de revista, corrupio, copinho voador, peteleco e mergulhão, podendo depois levar seu brinquedo para casa. Parece que muitas crianças foram atraídas pelo colorido e pela atmosfera criada nesse lugar. “E o melhor”, disse Priscila, “é que não foram só as crianças que brincaram, porque eu vi muito adulto soltando bolha de sabão também”!

A diversão também ficou por conta do ator e diretor Márcio Borges, do Grupo Composta Companhia (compostacompanhia@gmail.com), que promoveu uma Roda de Contação de História, envolvendo brincadeiras e interações com as crianças e com os adultos participantes. Para começar, ele foi tocando seu tambor pelo parque, juntando gente ao seu redor, convidando um montão de gente a participar daquele momento mágico. Durante a apresentação, havia crianças tão concentradas em saber sobre a história da Origem da Chuva, a exemplo do pequeno Joaquim Luca, de um ano e dois meses, que balançava o corpo sem tirar os olhos do ator.

Já no finalzinho da tarde, o Grupo ReBrincando (www.rebrincando.com), composto  pelo casal de artistas Regina Cazorla e Fabrício Fruet, aterrissou na Praça Principal do parque cantando e mexendo com todo mundo, fechando o nosso dia com chave de ouro. Vestidos de cores intensas, descalços e maquiados como os mais ternos palhaços, encantaram não só a criançada, mas também muitos adultos que passavam por ali. Eles diziam ter vindo de outro planeta e que gostariam de construir uma casa ali naquele lugar. Iniciaram o diálogo com as crianças cantando e perguntando o que é preciso para construir uma casa. Na lista, os participantes foram decifrando: cimento, tijolo, areia, água etc. Mas o momento mais marcante foi quando Fruet questionou as crianças, dizendo que todas essas coisas não adiantariam nada, não construiriam um lar! Daí, em meio a “outras coisas que não nos custam nada”, cantava ele, começaram a pipocar sentimentos proclamados pelas crianças como carinho, amor, amizade, entre outros, um mais lindo do que o outro!

Depois dessas belíssimas apresentações, ainda havia muita disposição por parte das educadoras do Espaço Viveka, que continuaram as brincadeiras, com a certeza de que mais uma vez o Espaço realizou uma das melhores atividades em alusão ao Dia das Crianças.

A Lúcia Medeiros, por exemplo, concorda que essa atividade foi importantíssima. Ela foi até o local pela primeira vez e diz que achou as atividades promovidas pelo Espaço Viveka bastante criativas e produtivas. Ela lamenta, porém, que falta incentivo por parte de alguns pais em fazer com que as crianças desenvolvam o hábito de participar da Contação de histórias. “Acho uma perda cultural quando vejo as crianças distantes dessas histórias. A sugestão é que os pais estimulem seus filhos a participarem desses eventos para o desenvolvimento das crianças, tanto cultural, como pessoal, um resgate que considero envolvente”, explica Lúcia, que veio acompanhada da Dona Natalina Medeiros, de 80 anos, que também disse ter gostado de todas as atividades.

A Ana Carolina, de 10 anos, foi até o local com a mãe, pela primeira vez, e estava bastante feliz pelas brincadeiras. Questionada sobre o que mais gostou, em poucas palavras ela disse: “É a primeira vez que viemos aqui e está tudo muito bom”. Depois disso voltou e brincou até o final da tarde.

O evento também recebeu elogios por parte de Roberta Fernandes Casselhas, de 35 anos, que foi ao local acompanhada do marido e de seus dois filhos. “Acho importantíssimo essa atividade, principalmente porque a maioria das crianças vive em apartamentos e não podem brincar na rua, até são proibidas de brincar em alguns condomínios. Esse evento reforça a convivência com outras crianças, ao ar livre, convivendo com o verde, com a natureza”, concluiu Roberta.

A Equipe do Espaço Viveka agradece a administração do Parque CERET, em particular o Sr Mohamed e seu grupo de trabalho.

DSC_1969

DSC_1869

DSC_1756

DSC_1763

DSC_1920

DSC_1841

14563354_1101563503224275_6045959302343873958_n

 

DSC_2141