Crianças curtem o sábado desenhando e pintando no ateliê da Vivekinha

Div-Pintando com Picasso

 

 

Um pequeno grupo de crianças, que faz parte da divertida turma da Vivekinha, compareceu na manhã do último sábado (06/08) no ateliê de pintura do Espaço Viveka para participar da atividade intitulada: Pintando com Picasso. O encontro trouxe como referência um dos maiores pintores do século XX, nada mais nada menos que Pablo Picasso. Conhecido como um dos criadores do Movimento Cubista, esse artista traz em sua bagagem não apenas famosas pinturas (como “Guernica”, por exemplo), mas uma grande quantidade de obras em desenho, gravura, escultura, cerâmica, entre outros.

 

A atividade esteve sob a coordenação da arte-educadora Zilpa Magalhães, que além de valorizar a ação do brincar, por meio de desenhos e pinturas, fez com que a criançada utilizasse pontos de vista diferentes para as coisas que viam e imaginavam durante a oficina.

 

Inicialmente, ela pediu aos pequenos que observassem objetos e figuras, para depois fecharem os olhos para desenhar, deixando a criação por conta da memória. A seguir, as crianças foram convidadas a brincar de “desenho cego”, em que observavam alguma coisa e desenhavam sem olhar para o papel. Então, vieram os desenhos de observação com pontos de vista diferentes e registros gráficos simultâneos, permitindo que elas desconstruíssem a imagem escolhida.

 

Após a produção dos desenhos, foi a vez delas utilizarem os pinceis para pintar as telas, observando detalhes em suas próprias criações e utilizando, principalmente, as cores primárias. O resultado não poderia ter sido diferente. Um desenho completamente diferente do outro. Deu para perceber como a criançada, em meio ao clima descontraído, aguçou a imaginação e a fantasia através do olhar livre, para retratar o que viam e idealizavam.

 

Um dos casos foi o da aluna Beatriz Reis, que utilizou todo o espaço da tela de maneira livre e utilizando varias cores para explorar também formas e texturas. Questionada sobre o que achou da atividade, Beatriz, que tem doze anos de idade e frequenta as aulas na Vivekinha desde os oito anos, disse que adorou atividade. “Sempre fiz arte “fotográfica” e as pinturas de hoje retratando o Cubismo é a primeira vez. Arte abstrata é muito legal, tipo pintura cega, que você não vê o que está desenhando, no final a gente se surpreende com o que fez. Adorei”, conta ela que, depois do encontro, esperou a mãe para mostrar a pintura.

 

Nessa oportunidade, conversamos com Ana Adélia Alves Reis, a mãe da garota, que não poupou elogios quanto ao método utilizado pela nossa arte-educadora. Ana disse que, desde pequena, a filha gostava de pinturas. Antes de participar da Vivekinha, segundo a mãe, Beatriz era tímida, mas hoje chega em casa e  compartilha com os pais os desenhos e pinturas produzidos na Vivekinha.

 

A mãe lembra que na escola onde a filha estuda tem aulas de arte, porém o foco é mais teoria com assuntos específicos, tornando-se algo mais superficial. “Aqui na Vivekinha o que acho legal é que a Zilpa pergunta para as crianças o que querem desenhar”, explica Ana ao destacar na sequência que a nossa arte-educadora também traz como referência materiais de vários artistas, fazendo com que a criança divida com os pais o que aprendeu.

 

Ao concluir, Ana diz que todo processo de criação no ateliê da Vivekinha é livre, permitindo que a criança estimule ainda mais o seu lado criativo. “Existem vários diferenciais na Vivekinha, porém o mais legal é que, conforme eles vão pintando, aprendem novos traços e a misturar, principalmente, as cores. Em minha opinião acho esse método da Zilpa ensinar, excepcional”.

 

Lembramos aos nossos leitores que as atividades no Espaço Viveka continuam a todo vapor. A próxima será no dia 27 de agosto, das 9h às 13h, com a apresentação de um Minicurso teórico prático para a formação do leitor em obra de arte. O evento conta com a mediação das artes-educadoras, Léia M. Freire e Zilpa Magalhães.

 

Que tal participar dessa atividade? Saiba como entrando em contato, de segunda à sexta-feira, das 14h às 21h, na secretaria do Espaço Viveka, falar com a Ranieri – Rua Professora Sebastiana Silva Minhoto, 375 – próxima ao metrô Carrão. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (11) 2295-7961.

Rodrigo1

Bia1

Bruno1a

 

Rodrigo4a

 

Bia4

 

 

Bruno4b